quinta-feira, 6 de setembro de 2012

O peso das escolhas!

O que sinto de escrever hoje tem base no que já vivi, pelo menos nestes últimos dois anos, e tem muito a ver com este versículo que esta a seguir

Gênesis 13:10-11

 E levantou Ló os seus olhos, e viu toda a campina do Jordão, que era toda bem regada, antes do SENHOR ter destruído Sodoma e Gomorra, e era como o jardim do SENHOR, como a terra do Egito, quando se entra em Zoar.


Então Ló escolheu para si toda a campina do Jordão, e partiu Ló para o oriente, e apartaram-se um do outro.

Sei que o que vou escrever tem muito a ver com nosso dia a dia pois a vida é feita de decisões e é sobre escolha que eu quero escrever hoje, como vemos lemos um  dois versos biblícos onde se consuma uma escolha acredito que muitos já ouviram falar desta parte da bíblia onde Abraão e Ló tiveram um certo problema com a administração de seus bens ou seja seus gados os pastores de ovelhas de Ló e Abraão entraram em contenda, ambos conversam e tomam uma decisão de se separarem para o fim das contendas entre seus pastores.
Abraão dá então a oportunidade a Ló para escolher qual lado ele gostaria de seguir com sua família e seus bens, haviam dois caminhos, Ló observa as campinas do Jordão, era  um caminho frondoso como vemos no verso 10 um caminho lindo a primeira vista regado, convidativo, uma aparência admirável, não faltam adjetivos ao caminho pelo qual Ló ficou encantando, eu vejo nesta passagem Abraão como Deus dando a oportunidade de escolha para Ló, que escolhe o Oriente.

Haviam dois caminhos um muito convidativo e outro com uma aparência simples e limitada de adjetivos.
O homem consegue enxergar e tentar prever apenas um período curto de sua história, podemos saber o que vamos fazer amanhã ou talvez no fim de semana e ainda assim somos vitimas de contratempos, mas nossas escolhas de hoje podem refletir anos e anos nos dar sucesso ou nos vitimizar de um fracasso, talvez décadas, pode influenciar no nosso sucesso ou fracasso, pode nos marcar a ponto de querermos voltar no tempo mas isso não é possível, confesso que sou vitima de decisões que até hoje me fazem arrepender-se e querer conserta-las mas conserta-las talvez seja tarde falo isso com muito pesar e tristeza mas a lição ficou, e é o aprendizado mais difícil aprender com os erros, como sempre vemos estamos acostumados a partir para escolhas com base em aparências, mas a culpa não está em Deus e sim em nós mesmos.
Olhar aparências está marcado na idiossincrasia de cada ser humano e isso não quer dizer que se estamos servindo fielmente a Deus estamos livres de agir assim pois podemos lembrar de Samuel que era um dos poucos homens de confiança de Deus na época do reinado de Saul, Samuel havia sido juiz de Israel, era sacerdote e profeta de Deus mas ainda assim quando Deus o mandou a casa de Jessé para ungir um de seus filhos ele atentou para aparência de Eliabe, Abinadabe e dos outros irmãos de Davi, mas foi surpreendido por Deus  que disse:"Não atentes para a sua aparência, nem para a grandeza da sua estatura, porque o tenho rejeitado; porque o SENHOR não vê como vê o homem, pois o homem vê o que está diante dos olhos, porém o SENHOR olha para o coração" 1 Samuel16:7.

O homem é tendencioso a escolher o que lhe "parece" seguro mas Deus diz:
"Porque assim como os céus são mais altos do que a terra, assim são os meus caminhos mais altos do que os vossos caminhos, e os meus pensamentos mais altos do que os vossos pensamentos". 

Isaías 55:9
Mas o que devemos entender é que nossas escolhas podem estar presentes em vários momentos de nossa vida, e até pode custar nossas vidas ou também pode custar nossa felicidade, a biblía é um verdadeiro manual de escolhas proveitosas e também traz um montante de experiências de consequências desastrosas de escolhas erradas, Samuel conseguiu validar a palavra de Deus ungindo Davi porque ele sabia que não bastava a aparência a ultima palavra é de Deus, e quando Deus sim pode ungir ai ele ungiu, pois apesar de ter olhado como homem no inicio terminou bem pois tinha visão espiritual.
Nós brasileiros sofremos muito a cada 4 anos com as escolhas politicas que fazemos, e isso traz consequências de longo prazo.
As consequências de uma má escolha pode ser mortal não no sentido literal em certos casos mas no sentido do sofrimento.
Alguns hoje pensam ser sábios escolhendo não Crer em Deus, dizendo serem ateus ou estarem acima de religião, ou alguns fazem de sua religião o dinheiro, as riquezas suas conquistas terrenas, mas a porta da arca ainda está aberta falar de Deus hoje se torna difícil, escolher servir Deus hoje é um passo de coragem pois não o vemos com os olhos naturais,e sim com nosso sentido espiritual é como o vento que bate em uma árvore, não vemos o vento mas vemos sua ação ao mover os galhos e o sentimos como um sopro, e no século presente a palavra diz:"
 Nos quais o deus deste século cegou os entendimentos dos incrédulos, para que lhes não resplandeça a luz do evangelho da glória de Cristo, que é a imagem de Deus". 2 Coríntios 4:3
Cada vez mais se vê escândalos em algumas Igrejas em parte do  povo que se diz evangélico, mas isto se deve a muitos terem escolhido ser Joio ao invés de Trigo, serem árvores infrutíferas, mas o fim destes é o fogo, não se alie a eles e entre hoje na Arca chamada Jesus e escolha olhar só pra ele, e não para as obras do inimigo o" deus deste século", que promove o engano a confusão como fez com Eva, Deus já havia falado: "Não comam  deste fruto"! Mas a Satanás se transformou em serpente para os enganar. o que entendo é que o Diabo nunca vem enganar alguém sem se transformar naquilo que acreditamos ser bom ele pode se tornar até um anjo de luz, mas hoje te convido crer. e ver Deus em um mundo que quer te hipnotizar no engano e incredulidade, Jesus disse a Tomé:
" Porque me viste, creste? Bem-aventurados os que não viram e creram".
João 20:29

Mas voltando ao tema que é o peso de uma escolha volto a falar de Ló que achou que havia feito um bom negócio pois era um lugar lindo que ele tinha escolhido para seguir caminho e realmente era um lindo lugar, porém a beleza estava apenas na aparência do local pois seus habitantes eram adeptos de promiscuidades e pecados contra Deus a cidade de Sodoma e Gomora era cidade de ganância, imoralidade e outros terríveis pecados e foi para lá que Ló estava se dirigindo, mas Deus iria destruir a cidade com fogo e enxofre assim Ló estava prestes a ir a caminho da morte, mas Deus ouve a  dramática oração de Abraão por seu sobrinho e manda um anjo retira-lo de lá, mas não poderiam olhar para trás e sem poder levar muita coisa como sabemos na fuga sua mulher olha para trás e se torna estátua de sal.

Ai concluo Ló foi salvo junto com sua família sim foi Deus nos dá uma segunda chance muitas vezes mesmo quando escolhemos errado, mas existem riscos, perdas e consequências de uma má escolha., como vemos Ló perdeu sua esposa, muito dos seus bens talvez quase tudo que possuia.

É melhor estar na escolha e direção de Deus e não correr riscos do que ficar com a cultura do "errando que se aprende" talvez se eu mesmo tivesse errado menos teria conquistado mais e muitas coisas não ficariam pelo caminho como ficaram. Ló poderia ter perdido menos, mas este foi o preço de sua escolha.

Mas fica um exemplo e conselho de alguém que muito acertou, principalmente no inicio, mas muito errou no meio de sua vida e no fim dela deixou um aviso para os que estavam começando, por isso Salomão antes de morrer disse:

"Não é bom proceder sem refletir, e peca quem é precipitado." Provérbios. 19:2

"É melhor humilhar-se com os humildes do que dividir despojos com os soberbos" 




Provérbios 16:19

Deixo meu último conselho:
Escolha o que realmente tem valor e a isso de tempo, atenção,dedicação e valor, pois postergar a felicidade com escolhas fúteis pode custar caro. João Paulo.